BETEL BRASILEIRO

22 de dezembro de 2017    

O Betel Brasileiro realiza missões transculturais, desde 1970, quando as missionárias Ernestine Horne e Lídia Almeida de Menezes com um grupo de alunas visitaram a Aldeia São Francisco pela primeira vez e começaram a realizar classes bíblicas  para evangelizar os índios potiguaras. Um ano depois foi enviada a missionária Dolores Medeiros que fixou residência entre os índios. Nos anos seguintes outras servas do Senhor foram enviadas a este campo. Missões têm sido a meta principal da instituição desde a sua fundação, quando Deus falou diretamente à professora Lídia Almeida de Menezes (saudosa memória); “Pede-me, e eu te darei as nações por herança e os confins da terra por tua possessão” (Sl.2:8).

CONHECENDO A HISTÓRIA

Em 1976, dona Lídia esteve em Portugal e viu  de perto a necessidade espiritual daquela nação. Em seu coração surgiu logo o desejo de enviar missionários para lá. Quando retornou ao Brasil, fez um apelo veemente as alunas e Deus fala ao coração da seminarista Claudiceia Maria Silveira que se dispôs a ir trabalhar com o povo cigano português .

Em 26 de outubro de 1984, foi estabelecida a primeira base do Betel no exterior que recebeu o nome de Instituto Bíblico Betel Português. Percebe-se a necessidade da criação de um departamento de missões para articular e coordenar o serviço missionário. No dia 03 de Março de 1987, nasceu o DEMIMBB.  (Departamento de Missões Mundiais  do Betel Brasileiro). Atualmente são 56 missionários no campo transcultural e 06 missionários na Base, 28 igrejas e 13 pontos e 02 parcerias.

AÇÕES DESENVOLVIDAS PELA AGÊNCIA

Treinamento transcultural

O estágio transcultural com os alunos que cursam o 3º e 4º anos do curso de Teologia com concentração em Missiologia é promovido pela Agência Missionária Betel Brasileiro em parceria com o Seminário Teológico Evangélico do Betel Brasileiro em João Pessoa / Paraíba. O objetivo do treinamento é proporcionar aos alunos uma prática de estágio em campos transculturais, através da comunicação, contextualização missionária e do cuidado missionário.

Visita pastoral aos campos transculturais

São realizadas anualmente pelas diretorias do Betel Brasileiro, da Agência Missionária Betel Brasileiro e da Superintendência Missionária Eclesial do Betel Brasileiro, visitas aos campos e missionários transculturais com o objetivo de orientação eclesial e cuidado pastoral e emocional dos missionários, além de apoio às igrejas locais.

Viagens transculturais

São viagens organizadas pela Agência Missionária Betel Brasileiro a fim de possibilitar a integração e participação de pastores, missionárias e demais membros das igrejas locais com os campos transculturais e seus obreiros. É propósito dessas viagens também, ampliar a visão missionária dos cristãos brasileiros e, consequentemente, fortalecer e expandir  parcerias entre Igreja e agência missionária.

CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS E SE ENGAJAR

Autor: Redação Povos e Línguas

Conteúdo missionário de referência sobre o que acontece no Brasil e no mundo.