A pessoa certa, no lugar certo

Por Mirian Félix     30 de maio de 2017     0

Missionária conta experiências no cuidado com mulheres muçulmanas no Níger

Meu nome é Mirian Fidêncio Félix, sou missionária no Níger e tenho tido o privilégio de testemunhar o Evangelho de Cristo às mais variadas pessoas que nunca ouviram antes.

Certo dia saindo de minha casa para comprar um pão, deparei-me com minha vizinha, que estava aos prantos. Tentei conversar com ela, entender a razão daquele choro, mas à princípio foi inútil a minha intenção de auxiliá-la, pois ela estava inconsolável.

Mirian Fidêncio compartilhando do amor de Deus no Níger – África Ocidental

O nome dela é Maïmouna. Fiquei ao lado dela segurando sua mão enquanto ela chorava.  Não é muito comum uma mulher africana e muçulmana chorar diante de outras pessoas, por isso algumas pessoas que passavam a repreendiam pelo choro incontrolável, e eu continuava ali ao seu lado, intercedendo em meu espírito, e pedindo a Deus sabedoria, quando ela finalmente se acalmou.

Tentando me explicar o que tinha acontecido, falando zarma, língua que ainda não domino, deu a entender que seu esposo era a razão das suas lágrimas. Não sei dizer o que ele havia feito,  mas Maïmouna estava bem ferida. Então, em meu limitado zarma, disse a ela que Deus a amava e que Ele estava ali presente com ela. Pedi permissão para orar com ela e assim o fiz, em francês. Após a oração, comprei o pão e retornei para minha casa, quando percebi que Maïmouna me seguia acompanhada de seus dois filhos pequenos. Quando eu entrei ela também entrou em minha casa, se assentou e como quem tinha encontrado um refúgio ficou ali sem nada dizer.

Logo perguntei ao Espírito Santo o que deveria fazer? Ele me lembrou que naquela mesma semana, em uma oportunidade com uma irmã nativa, eu tinha escrito o plano de salvação em zarma e até mesmo a oração de confissão de Jesus como salvador nessa língua.

Comecei a ler pausadamente para ela e perguntava ao final de cada frase se ela estava entendendo. Ela dava o sinal de que sim, e ao final ela aceitou receber Jesus em seu coração. Estava feliz e com um sorriso lindo em seu rosto, antes banhado em lágrimas. Foi quando percebi, a grande obra que começara a ser feita em sua vida ali, naquele instante, na minha sala.

Quando ela saiu, eu me perguntei: – O que foi isso, Deus? Uau! Não preciso de muito, só preciso estar onde Deus quer que eu esteja. E fazer o que ele deseja que eu faça. O resto é com Ele mesmo! Obrigada Jesus!

Autor: Mirian Félix

Mirian Félix é missionária no Níger.
comentarios